Curso aborda estratégias para maximizar espaço de eventos culturais na imprensa

Ser tema de reportagens em jornais, sites, emissoras de TV e rádio é fundamental para que shows, festivais, peças, filmes e afins despertem crescente interesse do público. Mas para transformar um bom projeto cultural em pauta atraente é preciso estratégias específicas. As principais delas serão abordadas no curso “Assessoria de Imprensa para Eventos e Produtos Culturais”, que acontece no dia 04 de junho, das 8h30 às 18h, na Tropos Coworking (Rio Vermelho). Uma realização da Quarta Via Comunicação e Marketing, o curso tem inscrições por R$ 230,00 até o dia 15 de maio e será ministrado pela coordenadora da empresa, a jornalista Jane Fernandes. Pós-graduada em marketing e vencedora dos prêmios

Espetáculo celebra Yemanjá unindo ancestralidade e tecnologia

Ancestralidade e modernas tecnologias se encontram e dialogam no misto de instalação interativa e espetáculo Odoiyá, que tem como pontos centrais a experiência cênica e a corporeidade. Concebido pela bailarina e professora Bel Souza, o projeto nasce de experiências pessoais vividas por ela no candomblé. Filha de Yemanjá do Ile Asé Odé Omin Silé, a criadora consolidou a proposta durante seu processo de iniciação na religião. A temporada acontece de 03 a 12 de junho, com apresentações às sextas, sábados e domingos, 19h, no Espaço Cultural da Barroquinha, com acesso gratuito. Mais do que a experiência de Bel Souza com a própria religiosidade, Odoiyá reflete suas pesquisas sobre a articulação en

Baiano que construiu sua própria máquina voadora é tema de curta-metragem

Desde Ícaro com suas asas de cera e mel até as primeiras decolagens de Santo Dumont e dos irmãos Wright, o sonho de voar levou muitas pessoas, em diferentes partes do mundo, a investir no seu lado inventor. Embora o primeiro voo comercial tenha ocorrido em 1914 e os ultraleves e asas-delta tenham surgido na década de 70, não faltam aqueles que desejam alçar voo por meios próprios. Este foi o caso de Astrogildo Andrade Santos, um protético que chamou a atenção da cidade de Ipiaú ao testar um “helicóptero” construído no quintal de casa. A fascinante história deu origem ao curta-metragem “Astrogildo e a Astronave”, dirigido por Edson Bastos e produzido pela Voo Audiovisual. Com duração de 18 mi

Destaques
Posts recentes
Arquivo
Tags
Siga a Quarta Via
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • logo-part1.png

© 2014 Quarta Via. Desenvolvido por Bocapio.com

(71) 99933-0182

agquartavia@gmail.com